Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

CRIANÇA PERDIDA

Caminhando pelas ruas
Encontrei uma criança a chorar
Perguntei: Menino o que faz sozinho?
E ele me olhando assustado...

Amedrontado me falou
Eu estou perdido do meu papai
Duas noites que eu durmo,
Aqui na rua já se faz!

Eu já andei tanto
Que já não aguento mais
Leva-me para casa
Eu quero o meu papai!

Como é o teu nome?
E o nome de teu pai?
Meu nome é Felipe!
Meu pai é o João!

E onde tu moras?
Onde eu moro!
Moça eu não sei!
Mais quero ir embora...

Sei que da minha casa
Da para ver a catedral
E para ir até lá
Passamos em frente ao hospital

É do lado da dona Maria
E no fundo mora tia Bia
E em cima da minha casa
Fica a da tia Ana

Com base naquelas informações
Cheguei à casa do seu João
Que tinha perdido seu filho
Em um parque de exposição

Que de tanto o procurá-lo
Quase perde a razão
Chorando noite e dia
Sem achar uma solução

Quando seu João
O seu filho reencontrou
Pulou de alegria
E se emocionou

Pois tinha encontrado
O seu filho amado
Prometeu assim o identificá-lo
Todas as vezes que sair para passear

Segurar a sua mão
E não mais soltar
O pai seu filho
Pois se a abraçar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário