Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

segunda-feira, 28 de maio de 2012

ADEUS ANDORINHA


A andorinha voou
Sentou na árvore do meu quintal
Cantou...
E saio voando

Ah que saudade me deu
Daquela andorinha
Que voando sozinha
Pousou no meu quintal

Ela cantou
Meu quintal enfeitou
Minha vida alegrou
Bateu as asas e voo

E sempre que esperei
Ela voltou,
No meu quintal
Na minha árvore pousou

Mais o homem
Com sua crueldade
Baleou a andorinha
Com toda a maldade

Tirando a vida
Daquela andorinha
Que me fazia companhia
Sozinha eu fiquei

Adeus, adeus...
Se foi para não mais voltar
Quem sabe andorinha
Um dia vamos nos encontrar.


Leidiana S Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário