Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

quarta-feira, 9 de maio de 2012

LEMBRANÇAS DE UTINGA

Certo dia atrás 

Eu viajei 

Em meus pensamentos,

E fui parar 
Lá em mil, novecentos e pouquinho.
É... fui parar lá...

"Em minha adolescência."

Isso mesmo!!!
Em especial
No interior na saudosa Bahia
Uma cidadezinha pacata
Mais aconchegante 

Cercada de rios e cachoeiras
Lindas paisagens
Turisticamente falando
Um paraíso

Essa cidade é praticamente
Uma ilha, em meio ao rio.
Pois é cercada de rios

Em todos os lados
Esconde diversas cachoeiras lindas
E paisagens exuberantes
Lá a natureza fala conosco

A melhor música 
Que se escuta lá...
É o canto dos pássaros
Em espacial
As sábias, azulões e bem-te-vis:

Lá não tem tristeza
Lá é só alegria
Tem festa o ano inteiro
E banho de rio todos os dias

Na festa de arte e cultura
Em todo o final de janeiro
Toma-se cachaça quente
E se ver fabricar a farinha
Sem falar da tradicional
Tapioca que se encontra por lá

E o tal do capeta
Que é gostoso
Mais faz a gente embebedar
De chocolate ou morango
O capeta é bom demais
Tomado no canudo 
Ou no copo mesmo tanto faz 

A casa da roça
A toca do índio
Ou a tenda dos ciganos
Exposta na feira de artes 

É um encanto,
Os caldos que se faz ali
Juro nunca vir igual
E olha se brincar
Faz até defunto levantar
Sem falar do acarajé
Que é sem igual. 

É gente
É Bahia
É interior
É capada diamantina
É Pátria amada
É Utinga            
É Brasil...

É minha infância
Resumidamente contada
Para nunca ser esquecida
Mais sempre lembrada...

Leidiana S Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário