Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

terça-feira, 29 de maio de 2012

ROSAS

Eu plantei uma roseira
No canteiro do quintal
De cor vermelhinha
Uma cor fenomenal

A roseira floresceu
Muitas rosas ela deu
Era um amor de flor
As borboletas é que gostou

Pois encheu de borboletas
Voando sobre minha roseira
Aquela rosa linda era
Parecia primavera

Mais ainda era verão
Floresceu fora da estação
Mais encheu meu coração
De alegria e emoção

As minhas rosas muito durou
Mais uma em especial
Na minha vida marcada ficou
A que eu dei para a Maria

Ela em seu livro colocou
O tempo passou
A rosa secou
E um papel virou

Em um belo dia
Me vem a Maria
Você não vai acredita!
No que vou mostrar

Era a rosa
Que eu tinha li dado
Que depois de muito tempo
Ela tinha reencontrado

Aquela rosa seca
Parecia um papel
E mesmo amassada
Era linda sem igual

Para mim foi os céus
Que trouxe pra mim
Aquela coisa linda
E fora da estação

Aquela rosa vermelha
Alegrou meu coração
Rosas... são rosas
E sempre traz emoção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário