Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

terça-feira, 25 de setembro de 2012

MISTÉRIOS DA MADRUGADA


Rua deserta
De madrugada
O vento assoprando
Pela estrada

Os bares estão fechando
E os bêbados pra casa estão indo
A cidade parou
Estão todos dormindo

Eu abri a janela
Na rua só escuridão
O canto das corujas faz medo
Aos que acordados estão

São os mistérios da madrugada
Que vem a se repetir
Por todas as noites
E ninguém consegue descobrir

De onde vêm os cantos
Nem os assobios
Muito menos os ventos
Assustadores e barulhentos

Fechei a janela
E foi me dormir
Porque o dia
Já estava por vim.

Leidiana S Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário