Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

O AMIGO MORDOMO


 Mordomo foi um cara
Que por muitos foi querido
Apaixonado pelo Corinthians
Em sua testa tatuou
O símbolo do seu time
Que foi o que ele mais amou

Suas paixões
Era o Corinthians
E as crianças da comunidade
Que o achava chuchu
A maior figura da cidade

Infelizmente o mordomo
Foi atropelado e faleceu
Mais deixou muita saudade
E todos que o conheceu
Ficou com as lembranças
Muitas delas engraçadas
Do mordomo e as crianças
O amigo da favela
Defensor da criançada

O mordomo do Palmeirinha
Com todas as dificuldades
Encontrava alegria
Para cumprimentar
A todos da comunidade
Toda a hora, todos os dias,
Ele era feliz de verdade!

No dia das crianças
Ele saia para arrecadar
Doces e brinquedos
Para às crianças doar

Sua alegria para sempre
Há de prevalecer
Nas lembranças dos amigos
Que ele fez na cidade
E de todas as pessoas
Que o gostava de verdade

“Minha mãe tá boa, e a sua!”

Leidiana S Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário