Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

A SAIA DE GABRIELA

Lá vai Gabriela
Com sua saia rodada
Mostrando as canelas

Bumbum de tanajura
Cintura de pilão
E pernas de bambu

Subindo a ledeira
Ladeira do Pelô
No centro de Salvador

“Gabriela a saia subiu!”
Gabriela nem ligou
Acho até que ela gostou

Gabriela não tem jeito
Não tem jeito não
Mais ela é de uma só beleza

Dança axé e carimbó
Além de se acaba no forró
Numa alegria só

Gabriela e sua saia rodada
Amarela e listrada
Caminhando pela estrada

Gabriela há de chegar
Onde seu coração a quer levar
Lá chegará Gabriela.

Leidiana S Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário