Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

LÍNGUA DE COBRA


Venenosa
Cobra peçonhenta
Gente fofoqueira
Ah! Ninguém aguenta

Fica na janela
De noite e de dia
Olhando o vida dos outros
E ninguém desconfia

Digo que é impressionante
Perder tempo, dias constantes
Levando a vida a curiá
A vida dos outros reparar

Tudo sabe
Da noticia
Investiga mais
Que a polícia

E leva a vida,
A fofocar
Curiando, fofocando
A vidas alheia, azucrinando

Língua de cobra
Fofoqueira
Se liga que a vida
Não é brincadeira

Com gente fofoqueira
Não vale a pena se misturar
Pois quem com fofoqueiro tá andando
Fofoqueiro acaba se tornando

Hoje tu fala da vida dos outros
Mais aí vai um recado
Quem dos outros fala mau
Acaba ficando mau falado

O bom, é ser querido
Pelas pessoas admirado
Ser uma pessoa tranquila
Que para fofocas não dá lado.



Leidiana S Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário