Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

TRAVESSURAS DO SACI


É difícil de creditar
Mais eu o vi
No meio do mato
O travesso Saci

O negrinho malandro
Me deu uma rasteira
Puxou meu cabelo
Na maior zoeira

Fiquei maluquinho
Me deu aflição
Me sentir uma peteca
Nas suas mãos

Como um vulto
Com certeza eu vi
Seu gorro vermelho
Na fumaça sumir
Que do seu cachimbo
Eu vi sair

Dando gargalhada
Fazendo livusia
Juro que as vezes
Minhas pernas tremia

Depois das palhaçadas
Que ele me aprontou
Ele saiu pulando
Com uma perna só
E se escondeu
Nas bananeiras
De Dona Filó

Leidiana S Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário