Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

LÁGRIMAS

As lágrimas descem no rosto
E caem no chão
Da aquela dor no peito
Bate aquela solidão

A alegria foge do olhar
Só restam lágrimas em si
Que como uma cachoeira
Vai descendo de montão
Correndo como um rio
Machucando o coração

De tantas lágrimas caírem
Um rio de lágrimas se formou
Rio de lágrimas de tristeza
Rio de lágrimas de amor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário