Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

CAINDO NEVASCA


Dormir numa noite
Em mudança de estação
E acordei com a neve
Espalhada pelo chão

Aquele ventinho
Soprando e soprando....
E pelas frestas
Da janela entrando

Neve caindo como chuva
Do telhado ao chão
Seu branco iluminado
Cobrindo a vegetação

As montanhas cobertas
Com neve gelada
Neve cobrindo
Ruas e estrada

Vendo tanta neve
Da vontade de fazer
Um bonequinho de neve
Para poder espairecer

Mas as botas na neve
Chegam afundar
Com neve até a canela
Vou é pra casa entrar

Porque com tanto frio
E nevasca a cair
Nada, dá para fazer
O que resta é ir dormir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário