Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

MINHA INFÂNCIA - MEU PRIMEIRO NAMORADO


Meu primeiro namorado
Não dá para acreditar
Eu perdi para minha prima
Que achou de me tomar


Era um namoro sério
Não passava de beijinhos
Ficar horas de mãos dadas
Os dois sentados num banquinho


No domingo passeávamos
Pela praça da Cidade
E minha prima ia junto
Pois eu não via maldade


Lá comíamos pipocas
Chupávamos picolés
Eu e meu namorado
Com minha prima em nosso pé


O tempo foi passando
E meu namoro ameaçado
Pois minha prima conspirava
Pra roubar meu namorado


Enquanto inocente
Eu, com ele namorava
A minha prima e ele
Pelas ruas se pegavam


Resumindo nossa história
Além de ser traída
Pela própria prima
Eu fui substituída


Ele nem terminou comigo
E com ela foi namorar
Com permissão da minha tia
Que achou que a filha ia casar


Depois dessa pilantragem
Ela de mim ficou de mal
Parando de falar comigo
Achando aquilo bem normal


Eu fiquei traumatizada
Com aquela traição
Pois além de sermos amigas
Éramos primas, quase irmãs


Nem um ano se passou
Ela dele enjoou
Traiu o imbecil
E o namoro terminou


Ele não casou comigo
Nem com ela ele casou
Mas ficou desmoralizado
Pois um corno se tornou


Eu segui com minha vida
Ele com outra se casou
Encheu a casa de filhos
E depois se separou...


Porém ela por castigo
A cara só quebrou
Virando mãe solteira
Pois nunca, nem se amigou



Hoje eu mais confio
Na amizade de uma estranha
Do que de uma prima de sangue
Fura olho sem vergonha


Meu primeiro namorado
Só me deu decepção
Porque para minha tristeza
Foi a primeira traição


Isso ficou no meu passado
Só que nunca vou esquecer
Pra mim foi uma lição de vida
Serviu para me fortalecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário