Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

MINHA INFÂNCIA - MINHAS ORIGENS


Nasci na Cidade
Conceição do Coité
Sertão da Bahia
Acredite se quiser


Filha de um comerciante
Feirante e pipoqueiro
Que fazia de tudo um pouco
Para poder ganhar dinheiro


Um cara trabalhador
Que manuseava até sisal
Cuidando do motor
Ou no trabalho braçal


Um pedreiro de mão cheia
Tenho orgulho em dizer
Pois eu acompanhei
Muitas casas ele fazer


Meu pai era um exemplo
Para hoje ser seguido
Um cara esforçado
Bom pai e bom marido


Minha mãe era da roça
E nem se quer ela estudou
Assim como o meu pai
Pois muito cedo trabalhou


Justamente por isso
Pros meus estudos não ligou
Já que aos doze anos
Da escola me tirou


Mas eu os agradeço
Pela pouca educação
E por ter me ensinado
A viver nesse mundão


Comecei a trabalhar
Com apenas dez anos
Limpando casa de família
E também lavando pano


Logo aos treze anos
Eu já morava só
Trabalhava de babá
Pra poder me sustentar


Mas, longe dos meus pais
A solidão não suportei
E aos quatorze anos
Desesperada me casei


Foi a maior burrada
Que fiz na minha vida
Porque depois disso
Vi minha vida destruída


Mais isso foi pra mim uma grande lição
Pois hoje cuido dos meus filhos
Dando amor e educação
Pois quero vê-los se formar


Para ter uma profissão
E uma família estruturada
E para a minha geração
Ser feliz e bem amada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário