Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

domingo, 27 de setembro de 2015

SEM NINGUÉM, SOZINHA...


Sem ninguém - Estou sozinha
Sem ninguém - Tô sem amor
Sem ninguém - Não tenho nem
Pra quem dá uma flor


Olho para todos os lados
E não vejo o meu bem
Isso só me acontece
Porque eu, não tenho ninguém


Sem ninguém - Abandonada
Sem ninguém - Neste mundão
Sem ninguém - Meu coração
Mergulhou na solidão


Vivo triste e tão sozinha
Sinto o coração quebrar
Sem nenhuma companhia
Sem ninguém - Pra me amar


Sem ninguém - Vou procurando
Alguém que queira meu amor
Pra viver por toda vida
Que me ame como sou


Pois alguém nasceu pra mim
E eu nasci para alguém
Alguém que também vive só
E como eu - Tá sem ninguém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário