Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

domingo, 18 de outubro de 2015

SILÊNCIO E NADA MAIS

Tomados pelo silêncio
Fomos nos afastando
Quando percebemos
O amor tava acabando

O silêncio dominou
Não tínhamos mais o que dizer
Faltaram as palavras
Para mim e pra você

Um silêncio horrível
Meio apavorante
Que causa medo e dúvida
Toda hora à todo instante

Quando vejo tua boca
Se mexendo para falar
Tenho medo, pois eu não sei
O que vou de ti escutar

Olho o fundo dos teus olhos
E vejo em ti a covardia
Nem parece aquela pessoa
Que eu me apaixonei um dia

Fala que me ama
Ou que não quer mais
Fala de uma vez
E não diga nada mais

Só o teu silêncio
Tem falado por você
Acostumei viver com ele
Até já sei o entender

Mas fala com tua boca
E honra o teu nome
Honra o fato de;
Você ter nascido homem

Esse teu silêncio
Tem me maltratado
Você não percebe
Que só tem me enganado!

Quero que seja sincero
E fale a verdade
Maldito é o homem
Que prática a falsidade

Por isso só um gesto
Isso e nada mais
É o suficiente
Para mim ficar em paz

Fala de uma vez
Fala que acabou
No fundo eu já sabia
Teu silêncio me falou...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário