Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

domingo, 29 de novembro de 2015

AS ONDAS DO MAR DA VIDA


As onda vieram
Para me derrubar
Chacoalhou o meu barco
Para me ver naufragar

Insistentemente
As ondas balançou
Destruindo tudo
Que na frente encontrou

Balançou sacudiu
Fazendo tudo tremer
Me deixando sem forças
Quase a perecer

A fúria do mar
Veio pra cima de mim
Me amedrontando
Algo muito ruim

Não me deixei levar
Pelos problemas da vida
Não me deixei ser
Pelas ondas vencida

Lutei com força e garra
A Deus pedi proteção
Para o mar não me emergir
Pedi: Segure minha mão!

Com ajuda de Deus
Resolvi enfrentar
Toda fúria e perigo
Que queria me assolar

O mar enfrentei
Em suas ondas nadei
Venci a sua fúria
Vitória alcancei

Fiquei firme e forte
E agora aqui estou
O mar da minha vida
Suas ondas apaziguou

Cheguei onde queria
Afinal estou aqui
Falando que o mar
Não vai me destruir

Sei que não acabou
O mar se agitará
Mas tenho total certeza
Que Deus me valerá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário