Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

SEM O MEU AMOR

Você se foi e destruiu
O que existia entre a gente
Tudo que era pra ser
Acabou sendo, diferente

Não existe mais nós dois
Você e eu, Eu e você
O que existia entre nós
Acabou foi de se romper

Não tem mais eu e você
E nem você e eu
O que existia acabou
Entre nós o amor morreu

Acabou, foi destruído
Nosso amor foi corrompido
Não é mais minha mulher
Nem eu sou o seu marido

A sua felicidade
Estava a sua frente
Só você que não via
E acabou sendo inconseqüente

Você não enxergou
Não passou na sua mente
Que você podia perder
O meu amor e para sempre

Que eu era o seu grande bem
Uma preciosidade
Alguém insubstituível
Raro, "sua felicidade"

Não valorizou
Achou poder substituir
E se quer levou em conta
Todo bem que eu ti fiz

Pensou que todo bem
Que fiz para você
Qualquer outra pessoa
Igualmente iria fazer

Mas o que teve comigo
Não terá com mais ninguém
Porque Simplesmente
Ninguém e igual à ninguém

Cada um tem sua sina
E colhe o que plantar
Para ser feliz no amor
Tem que aprender valorizar

A sorte sorrir
Uma vez para você
Mas se não a agradar
Nunca mais a volta ver

Assim também é o amor
Se não é valorizado
Ele some da sua vida
E se torna um mal amado

Temos que pensar bastante
Antes de se separar
Pesarmos na balança
Para a cara não quebrar

O que conta para ser feliz
Não é beleza não
É o companheirismo
Parceria e união

Você tinha e perdeu
Por valor não dá
Para ser feliz dinovo
Muito vai sofrer e chorar

Sem o meu amor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário