Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

sexta-feira, 11 de março de 2016

BEM ME QUER

"Bem Me quer - Mal Me quer"
Eu fazia sem cansar
Essa era uma maneira
Que eu gostava de brincar

No meu tempo de criança
Eu pegava uma flor
E arrancava suas pétalas
Mas, pensando no amor

Fazia isso tando sozinha
Sempre sem ninguém ver
Era tímida e tinha medo
De alguém não entender

Bem Me quer - Mal Me quer
Começava a contar...
Para ver se bem ou mal
Em qual eu iria parar

Quando dava "Bem Me quer"
Era grande a emoção
Mas quando "Mal Me quer"
Eu chorava sem razão

Quando era bem Me quer
Bem contente eu parava;
Mas se fosse mal Me quer
Tentando eu continuava...

Eu só ficava feliz
Terminando em "Bem me quer"
Por isso eu torcia
Pelo amor, com muita fé

Eu, acreditava no amor
E esperava em dias melhor
Não fazia a mínima ideia
Que um dia ia ficar só!

Mas ainda acredito
E sempre vou acreditar...
Sei que um dia o grande amor
Da minha vida vou encontrar

Bem Me quer pra sempre
Mal, não me queira, não
O amor, sempre faz bem
Para a alma e o coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário