Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

terça-feira, 1 de março de 2016

DE MADRUGADA, SEM DORMIR


Foi um lindo dia
Sol brilhando no céu
Logo era à tarde
Então anoiteceu

O dia passou...
E logo escureceu
Enfim chegou a noite
A cidade adormeceu

Mas a noite está acabando
A madrugada vem aí
Uma boa noite a todos
Estou indo dormir

Já é de madrugada
E eu ainda acordada
Até tentei dormir
Mas não consegui

Me desesperei
Sem consegui dormir
Sem saber o que fazer
Até pensei em sair

De madrugada sem dormir
Não é fácil não
Por uma noite bem dormida
Eu chupava até limão

Cheguei a me irritar
E quase que chorei
Sem conseguir dormir
Quase levantei

Então me deu uma ideia
De carneirinho contar
E carneirinho contando
Comecei a cochilar

Dormir por quatro horas
E logo acordei
O relógio despertou
E da cama pulei

Para um novo dia
Sem querer acordei
Pois a noite pelo dia
De madrugada troquei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário