Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

sábado, 30 de abril de 2016

A FUGA DO SONO

Contente me deito
Embrulho pra dormir
Só que me distraio
E fico a refletir

Reflito no meu dia
Reflito no que fiz
E chego a conclusão
Que sim: Eu sou feliz!

Uma alegria imensa
Me encho de emoção
Um contentamento
Me toma o coração

Começo a pensar
De onde é que vem
Essa ansiedade
Que me deixa zeem

Por algum momento
Perco até o sono
Mas fico deitada
Na vida meditando

O que é mais estranho
É mesmo estando contente
O sono fugir
Pra longe de gente

Você está feliz
Mas também sem sono
Com a mente a mil
Traçando novo plano

Aí se impolga
Começa a projetar
E daí do nada
O sono vem chegar

Você dorme um pouquinho
Sempre se assustando
Assim dorme a noite toda
Toda hora acordando

A fuga do sono
É algo sobrenatural
Praticamente uma tortura
Para o emocional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário