Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

sexta-feira, 8 de abril de 2016

"O BOM DE SER LOUCO"

Eu achava um absurdo
Descabivel por de mais;
Aquela tal de expressão
Que explicação se faz:
"E diz, que: Maluco ou louco,
Todo mundo é um pouco"

Eu nunquinha concordava
Mas só até me conhecer;
Hoje que eu me conheço
É que sentido veio fazer;
Sei que certa eu não sou
Mas amo meu jeito de ser

O certo é, que louco ou não
Ninguém na vida é igual;
Cada um tem seu defeito
Estranho ou mesmo normal;
Tem louco,  é de todo jeito
E isso tudo é natural

Não pode ter, "é preconceito"
Muito menos distinção;
Temos que se respeitar
Sendo o outro, louco ou não;
Se não fosse os maluquinho
Não teríamos diversão

Ser maluco é muito bom
No sentido da alegria;
Ser louco por ciência
Fale-me quem não queria;
Saiba que em meio aos loucos
Que está, à sabedoria

Eu sou louca por poesia
Doidinha por viver;
Sou louca, muito louca
Maluquinha por escrever;
E disso, não me envergonho
Pois sou louca com prazer

Acho sim: "Sou diferente!"
E não estou nem aí;
Se alguém vem, me criticar
Sei muito bem como agir;
Pois a minha diferença
Nunca vai me diminuir

Louco ou maluco
Repare e verás;
Esse tipo de pessoa
Sempre vai te ensinar;
Que o verdadeiro louco
É o que não sabe amar

Louco ama intensamente
Se apaixona bem facinho;
O maluco por sua vez
Se apega com quem gosta;
E tanto o louco ou o maluco
Para tudo tem resposta

Por isso é que sei
Que uma louca sou;
Pois o meu coração
É cheio de amor;
E tudo em minha vida
Dou o máximo de valor

"Um viva... a diferença"
Lembre-se: Nada é igual;
Todos são um pouco louco
Sei... Parece radical;
Mas sobriedade cem por cento
Isso sim é que faz mal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário