Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

domingo, 3 de abril de 2016

DOR DE UM TRISTE CORAÇÃO

Sou triste, muito triste
Ninguém entende e nem ver
Ninguém sente minha dor
E nem procura me compreender

As vezes até percebem
Que a tristeza me tomou
Mas não estão nem aí
Pois não sentem minha dor

Minha tristeza se disfarça
Por detrás do meu sorriso
As vezes até parece
Que vou perder o juízo

É triste, muito triste
Alguém viver assim
Pois é muito torturante
Essa dor dentro de mim

Dor que queima e maltrata
Dor que toma todo o ser
Dor que dói acelerada
Até penso: "Vou morrer!"

A dor da tristeza
É muito mais do que profunda
Dor que dói no coração
E sua vida se afunda

Dor que dói, dor que corrói
Dor que dói até no osso
Dor que joga o coração
No mais profundo desgosto

Essa é a dor que sinto
Dor que sinto e ninguém ver
Dor intensa e internamente
Que eu sinto sem gemer

Dor que sinto e não reclamo
Dor que aguento sem falar
Dor que quando não aguento
Me desabo a chorar...

Uma dor, tão grande dor
Sinto eu dentro de mim
Que de toda dor do mundo
Acho essa a mais ruim

Ser triste é terrível
Um verdadeiro horror
Mas mesmo estando triste
Disfarço minha dor

Por não ser compreendida
E ser mal interpretada
É que paro no caminho
E não cumpro a jornada

Não vou mais esconder
Cansei de disfarçar
Eu vou admitir
Cansei de tanto chorar

Pobre coração
Bate dentro de mim
Não quero mais chorar
Nem viver tão triste assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário