Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

segunda-feira, 30 de maio de 2016

CONFLITAMENTE SENSÍVEL

Sei que isso é paranóia
Sei também que não é bom
Mas as vezes perco a paz
E não acredito em nada bom

Tudo, tudo me maltrata
Em tudo sinto a derrota
Tudo me incabula
Tudo mesmo me incomoda

Sou meio sensitive
Paranóia sei que sou
Antes de me atingir
Sinto que me derrubou

Sofro mesmo é antecipado
Antes de acontecer
Já estou eu a penar...
Estou triste a sofrer...

Tudo vira uma guerra
Aqui no peito meu
Que já até calejou
De tanto que doeu

Sinto a maldade
Sinto a traição
Sinto o perigo
E a falcidade então

Sinto quando algo
Está para dá errado
E o meu juízo
Fica embaralhado

Sinto quando alguém
Está me enganando
E fico encabulado
Fico só pensando

Fico meio sem jeito
Mas bem desajeitado
Fico me sentindo
Um campo sem gramado

Me sinto diferente
Sinto-me incomum
Me perco e não me acho
Em lugar nenhum

O meu sentimento
É assim confuso
Inutilizado sou
Mesmo sem ter uso

Tudo o que eu quero
Mesmo! "É mudar!"
Fazer a diferença
Quero me alegrar

Acalmar os nervos
Mente e coração
Sei que o meu ser
Interior é bom

Pensar positivo
É o que desejo
Avante e confiante
Assim é que me vejo

E esse desejo
Vou eu realizar
Pois positivamente
Agora vou pensar

Dá a volta por cima
É tudo o que eu quero
E com paciência
Pois não mais me desespero

De agora em diante
Só pensamentos bons
Mentalizar vitória
Pois pensar é o meu dom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário