Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

domingo, 5 de junho de 2016

EM DIA DE CHUVA

Dia chuvoso...
Frio e molhado
É dia que não deixa
Ninguém animado

Dia que geralmente
Ninguém de casa quer sair
Dia que na verdade
Todo mundo quer dormir

E se você sai na rua
Do nada, sem esperar
Começa a cair chuva
Só para te molhar

É até engraçado
Pois depois de se molhar
Para de chover
E o sol começa a esquentar

Chove mais não chove
Estia mais não estia
E o tempo fica assim
O dia todo, todo dia...

Se você sai na rua
E do nada começa a chover
Tudo o que você quer
É alguém pra te socorrer

Mas pensando bem
Um simples guarda-chuva
Para quem tá se molhando
Já é de grande ajuda

Ruim é estar chovendo
Você se desesperar
E não acha nenhum lugar
Para poder se abrigar

Daí então uma carona
Com silples guarda-chuva
Para quem está na chuva
Realmente uma grande ajuda

Uma sena confortante
É você na chuva se molhando
E alguém parar do seu lado
E gentilmente e te ajudando

Te emprestar o casaco
Em ato de ajuda ou caridade
Te abriga com guarda-chuva
Para a sua felicidade

Já sabemos muito bem
Que gentileza gera gentileza
Só que gentileza na chuva
Mais que isso é nobreza

Em dia de chuva é assim
Mesmo assim é muito de mais
A natureza agradece
E também os animais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário