Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

sábado, 30 de julho de 2016

"AMIGO" FURA OLHO

As aparências enganam
E sempre vão enganar
Não se iluda com pessoas
Ou vai se decepcionar

Com a falsa amizade
Fingiu gostar de mim
Mas na realidade
Só queria ver meu fim

Fingiu ser meu amigo
E traiu minha confiança
Por isso quase perco
No ser humano a esperança

Me entristeceu
Sem dó me fez chorar
Me desanimou
Chegou a me humilhar

Deixou-me a penar
Sem ter consideração
E bem profundamente
Machucou meu coração

Desfez de minha pessoa
Desfez da minha amizade
Sem pena e sem dó
Abusou da boa vontade

Apagando todo o brilho
Que brilhava dentro de mim
Me jogou lá no chão
Numa tristeza sem fim

Vendo-me chorar
Lá no chão me deixou
Vendo-me sofrer
Também não se importou

Se fazendo de amigo
Assistiu tudo de perto
Minha derrota eminente
Deu foi como certo

Um amigo de verdade
Nunca que irá te ver
Caído na sarjeta
E não vai te socorrer

Isso não é amigo
E nem tem um coração
Carrasco igual esse ser
Ninguém merece não

Quem não é amigo
Só pode ser inimigo!
E disfarçado de amigo
Aí que mora o perigo

Temos que ficar de olho
Para não sermos enganado
E muito menos ser traído
Por um mal intencionado

Por trás de um abraço
Sei que "vai se assustar!"
Pois podem dar só um tapinha
Mas também podem apunhalar

Se as aparências enganam!?
Sempre vão enganar!
Quem você pensa: "é ajuda"
É quem vai te derrubar!!!

"Amigo" fura olho!
Sempre vai aparecer
Então ficar atento!
Só depende de você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário