Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

DILEMA DE AMOR E DECEPÇÃO

Tanto sofri, quanto chorei
Tanto dei amor
Quanto me decepcionei

Como tentei... e como insistir...
Só que no final, quanto sofrir!
E chegou uma hora que não resistir...

Lá no fim do porço, fiquei a mercer
Sofrir e penei... sem merecer
Cheguei até a adoecer

De tão grande tristeza caí na deprê
E chorava escondido
Para evitar de alguém ver

Isso sim é penar
Isso sim não é viver
Realmente isso: só podia ser sofrer

Isso sim ninguém merece
Pois não tenha quem aguente
"Nem covarde, nem valente"

Pois de tanto insistir
Um dia se cansará
E jogará tudo pro ar

Mas ao virar da página
O fim apareceu
E só ficou o adeus

E fechando o livro
Se troca de história
E a tristeza vai embora

Nova história, novo amor
Um arco-íris multe cor
Que, decepção superou

Vivo novamente, sem fantasiar
Sempre pé no chão
Pra não me decepcionar

Continuo amar e quero ser amada
Só que hoje em dia!
Também sou desconfiada

O sofrimento me fez quem sou
Uma pessoa triste
Mas que acredita no amor!!!

Jamais vou desistir
Não vou deixar de amar
Continuarei... no amor acreditar.

2 comentários:

Deixe seu comentário