Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

SATISFEITAMENTE

Da vida não quero muito
Apenas quero ter certeza
De que pelo menos tentei
E se não tive tudo o que quis
Tive tudo o que pude ter

Amei tudo o que valeu a pena
E perdi apenas o que nunca foi meu
Onde passei deixei saudade
Misturada com o adeus
E quem me viu não esqueceu

Ganhei o que era pra ser ganho
Conquistei o que era para ser meu
Cheguei até onde era para chegar
Só fui onde era para estar
E só voltei onde era para voltar

Tentei e insistir...
Sem certeza de conseguir
E continuei tentando
Jamais eu desistir
Por isso estou aqui

Mesmo a quem não mereceu
Dei carinho e dei amor
Tratei com muito respeito
E tendo consideração
Sem merecer estendi a mão

Me arrependo do que não fiz
Quando eu queria fazer
Penso no que ia dar
Se iria ou não me arrepender
Mas já passou: Fazer o quer!

Na vida é assim mesmo
Um dilema por momento
Uma hora com determinação
E outra com arrependimento
Isso é "orgulho ou lamento!"

Por isso que a vida
Quero mais é aproveitar
E sendo ou não correspondido
Não vou desistir de amar
Tentando vou continuar...

Se vai ser ou não legal
Só chegando para falar
Não importa a distância
O importante é que você
Chegarar a alguém lugar

Meu conselho a você
É... não desistir, nem esmorecer
O que importa é tentar
Seguindo sempre em frente
Sabendo onde quer chegar

O que foi... o que será!
Sempre há preocupação
Mas esqueça a má sorte
E viva com satisfação
Pois nem tudo é em vão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário