Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

O INSTINTO DA EXISTÊNCIA


O primeiro momento do filho
Com a sua mãezinha querida
Não é na hora que ele nasce
Mas ainda na sua barriga

O período da gravidez
É um momento de atenção
Quanto o bebê conhece a mãe
É tipo uma adaptação

O bebê a reconhece
Pelo seu jeito de expressar
Seu toque de carinho
E até seu jeito de falar

Há os que desacredita
Mas pode acreditar
Dentro da barriga da mãe
A criança já pode escutar

Por isso o bebê ao nascer
Se acalenta estando ao seu lado
Pois ele no instante que nasce
Já sendo-se amparado

Ao sentir sua presença
Estando ao lado
O bebê se sente bem
Ele ja se sente amado

A reconhece pelo cheiro
Sente sua respiração
O bebê conhece até...
As batidas do seu coração

Parece inacreditável
Mas trate de acredirar
O momento mamãe e bebê
Ao seu nascer só faz continuar

Pois não é só pela placenta
Nem pelo cordão umbilical
Infinita é essa conexão
Por isso ela é maternal

É mesmo uma coisa mágica
Uma conceção fenomenal
Uma ligação igual a essa
É rara, é sensacional

O instinto da existência
Na geração já vem a surgir
E mesmo depois de cortar o cordão
Essa conexão continua a existir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário