Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

JÁ SEI O QUE SINTO

O que sinto, Eu não sei
Não consigo explicar
Só sei que dá pra ver
Só olhando em meu olhar

É uma coisa de pele
Que causa emoção
Algo que é movido
De sentimento à coração

O que sinto, "pera um pouco!:
Não consigo me expressar
Ainda travo não tem jeito
Só de pensar em falar

Tremo braços, tremo pernas
E gaguejo um pouquinho
Fico bem desajeitado
Na verdade perdidinho

Mesmo sem saber
O que vivi a sentir
Prometo a mim mesmo
Que jamais vou desistir

O que sinto, não sei
Não me pressione por favor;
Na hora certa vou dizer
Que o que sinto é amor!

Pronto destravei
Conseguir me expressar
Agora posso dizer
Que nasci para amar

Uma pessoa tímida
Meio que desengonçada
Mas que lá... bem no fundo
É super, mega apaixonada

Uma pessoa sensível
Quem não sabe se expressar
Mas que com certeza sabe
Que nasceu para amar

Não sabe o que sente
Não sabe se expressar
Mas seu sentimento
Não lhe deixa enganar

Sente na alma
No fundo do coração
Sente o amor
Uma grande emoção

Uma sensação de paz
Uma grande felicidade
E sabe que o que sente
É profundo é de verdade

O que sinto, agora sei
Já consigo até explicar
Lá no fundo eu já sabia
Está escrito em meu olhar

No começo foi difícil
Não conseguia me expressar
Não conseguia entender
Que o amor em mim estar.

4 comentários:

  1. quando a vi não senti, o que agora estou sentindo,li em teu olhar que tu nasceste para amar, li um poema em versos.de sentimentos profundos. que nada mas no mundo você precisa provar, é tudo verdade, nasceste para amar.

    ResponderExcluir
  2. os meus comentários são os melhores .vi.vim, li, amei. Todas as postagens são belas. Como a sua autora.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário