Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

BOAS E MÁS AMIZADES

Eu era uma pessoa triste
Sem nenhuma alegria
E implorava dos amigo
Amizade e companhia

Mas, pessoas me beiravam
Para de mim se aproveitar
Só que depois me ignoravam
Que eu estava a falar

Na minha própria casa
A pessoa não fala comigo
E depois ainda diz
Que é meu melhor amigo

Isso era muito estressante
Eu me sentia humilhada
Querendo me desabafar
E só sendo ignorada

Isso é muito humilhante
Afinal... que tipo de amigos são
Se eles forem mesmo amigos
Não tem amor no coração

Pois amigo tem amor
Também, atencioso é...
Um amigo de verdade
Nunca larga do seu pé

Amigo de verdade
Está sempre do seu lado
Te dá toda atenção
Mesmo quando está calado

Se mal fala com você
E não te dá atenção
Se não ver o teu sofrer
Não é teu amigo não

Repare que tem gente
Que nem gosta de você
Mas quando bate a precisão
Ela vem te aborrecer

Depois de na necessidade
Por você ser socorrido
Torna a voltar fingir
Que não é teu conhecido

E desse jeito fica
Até voltar de ti precisar
Então bate em tua porta
Te pedindo para ajudar

Eu nem ligo mais pra isso
E não espero nada de ninguém
Apenas sigo o mandamento
"Fazer o bem, sem olhar a quem"

Isso muito me entristecia
Mas só que já superei
Uma tão esperada amizade
Para minha vida encontrei

Minha tristeza acabou
Quando uma amiga conheci
Uma pessoa iluminada
A mais gentil que eu já vi

Uma amiga de verdade
Faladeira como eu
E também uma boa ouvinte
Parecia vinda do céu

Ela ouvia minhas lamúrias
E as suas eu ouvia
Quando dela eu precisava
Mesmo longe ela sentia

Os anos foi passando
E minha amiga confidente
Continuou sendo a mesma
Com uma amizade transparente

Ela sempre foi sincera
Digna de admiração
Do tipo que você precisa
E de imediato estende a mão

Eu realmente era triste
Pois não tinha com quem conversar
Mas hoje que a tenho
Falo até pelo celular

Nos falamos por mensagem
E através de ligação
E quando a vejo pela rua
Dou aquele abração

Tenho ela uma grande amiga
E sei que Ela me tem também
Uma nota a nossa amizade
É mais de dez chegando a cem

Sempre que tenho saudades
Ela eu vou visitar
E do mesmo modo ela
Vem para juntas prosear

Quando aos interesseiros
Pararam de me rodear
Porque sabe que de mim
Nada mais ira tirar

Uma coisa eu aprendi
Não implorar por amizade
Do meu lado terá sempre
Um amigo de verdade

Boas e más amizades
Sempre irá existir
E somente a você
Cabe elas distinguir

Eu não sinto mais tristeza
Quando aqui estou sozinha
Pois aproveito para ler
Ou ouço uma musiquinha

Um bom amigo te alegra
Um mau vai te entristecer
É melhor não ter amigo
Do quê o que trair você

Então eu era... triste
Agora não sou mais
Certo tipo de amizade
Tanto fez e tanto faz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário