Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

domingo, 5 de fevereiro de 2017

DESEQUILÍBRIO MENTAL

Mais uma noite sem dormir
Mais uma noite a chorar
Mais uma noite pedindo a Deus
Para deste mundo me levar

Cansada de quase tudo
Cansada de tanta decepção
O coração no peito doendo
Numa terrível e profunda solidão

Pensando em fugir
Querendo me esconder
Perguntando o que fiz
Para tanto sofrer

Sem querer sair de casa
Sem querer ver ninguém
A cabeça quase pirando
E a mente a mais de cem

Passo noites sem dormir
Vendo os dias nascer
E pergunto a mim mesma
O que fiz para merecer

Com o coração todo partido
E por não dormir olhos inchados
Sou uma sombra de mim mesma
Estou pagando meus pecados

Só não sei é o que fiz
O por quê de tanto sofrer;
O por quê de tanto chorar
E não querer mais nem viver

Realmente não sei porquê
Que minha vida é só penar
Não sei mesmo o porquê
O meu erro aonde estar

Como pode uma pessoa
Na sua vida só sofrer
Me pergunto mas enfim
Não consigo entender

Às vezes até... parece
Que o universo conspirou
As vezes parece, até...
Que Deus me abandonou

Minha tristeza é tão grande
E só cresce dentro de mim
Parece ser o fim do túnel
Minha tristeza não tem fim

Porque vivo a sofrer
Não consigo entender
Isso é por demais ruim
Isso não, não é viver

Queria muito ser feliz
Queria muito uma solução
Queria a cura pra minh' alma
E alegria ao meu coração

Eu queria, não mais chorar
E queria não mais sofrer
Queria eu... ter motivos
Para somente agradecer

Só queria paz e queria sorrir
Queria eu deitar e em seguida dormir
Queria acordar e a janela abrir
Queria um estímulo para a vida seguir

Só queria viver bem
E queria não mais sofrer
Só queria ser feliz
E por tudo... agradecer

Só que isso não é fácil
E não sei mais o que fazer
Tudo o que eu mais quero
É dar um fim na deprê

Só quero deitar e logo dormir
Quero achar graça e muito sorrir
Só quero acordar com total deposição
E quero felicidade para meu coração

Não estou querendo muito
Só quero o essencial
Quero como todo mundo
Levar, uma vida normal

Busco infinitamente...
O tão sonhado equilíbrio mental
Quero uma vida de harmonia
Como uma pessoa normal

Quero muito mentalmente
Voltar a me reequilibrar
E não quero mais sofrer
Perder o sono e nem chorar

Isso é tudo o que quero
Sei que vai ser bom para mim
Se eu não me equilibrar
Será mesmo o meu fim

Desesperadamente quero
Meu equilíbrio encontrar
Chega de desequilíbrio
Quero a vida aproveitar

O desequilíbrio da mente
Pode ser até algo fatal
Viver desequilibrado
Não tem nada de legal

Vou dá a volto por cima
A deprê eu vou vencer
Vou fazer a diferença
Para o meu próprio ser

Sei, Deus não me abandonou
Comigo ele sempre estar
Acredito plenamente
Meu sofrimento vai findar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário