Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

UMA HISTÓRIA DE TRAIÇÃO

Vou contá-lhes uma história
De uma mulher apaixonada
Que entregou-se a um homem
E por ele foi enganada

Essa história é verídica
De tristeza e decepção
Onde a podre mulher
Se afundou na solidão

Oprimida por doença
Ela vivia só dopada
Mesmo assim na sua casa
Nunca lhe faltava nada

As vezes desorientada
Só deitada ela vivia
Mas isso nunca a atrapalhou
Nos afazeres do dia-a-dia

Cuidava bem da sua casa
Na rotina de todo dia
Sua vida era em ordem
Ela apenas não sorria

E apesar do seu problema
Nem tão mal ela vivia
Pois ao menos suas contas
Sempre em dia a mantia

Até infelizmente
Alguém ela conhecer
Totalmente se escrúpulo
Com quem foi se compremeter

Mas só que ela o avisou
Que tinha problema depressão
E que só queria alguém
Para entregar seu coração

Alguém para a vida inteira
Alguém disposto a casar
Que lhe amasse de verdade
Para com amor, dela cuidar

Pois o homem interesseiro
Se fingio de apaixonado
Usando a podre mulher
Só para depois jogar de lado

O relato da mulher
É de doer o coração
Pois o cara trambiqueiro
A enganou sem compaixão

Sofrir com um homem
A quem muito eu amei
A quem eu fiz progredir
Na verdade o levantei

Pois quando eu o conheci
Da sarjeta eu o tirei
E no seio da minha família
O indivíduo coloquei

Quando eu o conheci
Ele era um total derrotado
Pois morava em dois comodos
Completamente abandonado

Vivia como um indigente
Era alcoólatra e viciado
Para falar a verdade
Ele era um fracassado

Mas depois que o conheci
Foi a maior decepção
Pois descobri-le um defeito
Do tipo que não tem perdão

Pois ele era preconceituoso
Mal carácter e sem coração
Mesmo assim fui compreensiva
E ao indivíduo dei a mão

Ele era um fracassado
Em tudo mesmo que fazia
Uma pessoa mal amada
Sem sorte, paz, sem alegria

Então lhe dei o meu amor
E um lugar em meu coração
O transformei num grande homem
Fizendo dele um caro cidadão

Juntos espalhamos currículo
E onde ele ia queria me levar
Sua família fingia gostar de mim
Mas essa história iria mudar

Quando ele começou crescer
E a sua vida se deslanchou
Descaradamente me iludiu
E minha vida ele afundou

Quando ele estava comigo
Uma empresa o contratou
Para ser encarregado
E um bom salário lhe pagou

Então com uma funcionária
Do trabalho no qual o ajudei
Começou a ter um caso
Passando noites em moteis

Tirou o pouco que eu tinha
Cruelmente me enganou
Achou que eu não mais servia
E então por outra me trocou

Premeditado me abandonou
Afundando minha vida
Pois me fez emprestar dinheiro
E gastou tudo com sua linda

Robou o carro que eu tinha
Falando que ia devolver
Estourou os meus cartões
Me deixou até sem o que comer

Ainda me encheu de multas
Dirigindo embriagado
Por causa dele meus compromissos
Ficaram todos atrasados

O pior de tudo isso
Não foi essa traição
Foi ele destruir a vida
De quem lhe estendeu a mão

Pois me afundou de dívida
Além de me enganar
E até mesmo o meu carro
Ele achou de me tirar

Ela foi me relatando
E juro meu queixo caiu
É horrível até imaginar
O quando ele a iludiu

Se estourou os seus cartões
Realmente a afundou
O que ele fez a ela
Realmente foi um horror

Então essa pobre mulher
Continuou me relatando
Tudo o que ela passou
O ocorrido a mais de ano

Um certo dia acordei
Determinada a recomeçar
E a primeira coisa que fiz
Foi nossa história encerrar

Acredite que muito sofrir
Padeci bastante, mas... superei
E com alguém melhor que ele
Depois disso me casei

Eu refiz a minha vida
Sem destruir a de ninguém!
Depois de anos sou amada
E voltei a amar também

Fiquei sabendo que o malandro
Com sua amante se casou
E também fiquei sabendo
Que ele até virou pastor

Só faltou me devolver
Tudo o que me tirou
Pois Deus diz que la no céu
Não entra ladrão, nem malfeitor

Esse relato é muito triste
Mas faz parte da minh' história...
Que agora é contada
Nestes versos de outrora

Ele também é uma alerta
Mulheres tomem cuidado!
E lembrem bem daquele dito
Antes só que mal acompanhado

Uma história comovente
Juro que me horrorizou
O quanto essa mulher sofreu
O quanto que ela chorou

Esse pequeno relato
Muito mais que uma lição
Éh! Cuidado aí mulher
Antes de entregar seu coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário