Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

terça-feira, 30 de maio de 2017

UM SOFRIDO DILEMA

Para suportar sofrimento
É visível que não sou forte
E em questão de ser feliz
Nunca, nunca que tive sorte

Minha vivência é em singular
Pois sempre vivi a penar
Sozinha... sem ninguém
Para ao menos conversar

Procurei mudar este quadro
E procurando uma solução
Procurei por um alívio
Um fim para a decepção

É tanta... tanta solidão
Que de repente surge do nada
Juro já não mais aguento
Viver tão decepcionada

Se decepção fosse dinheiro
Muito rica eu iria estar
Só que acho que é azar
Pois só me faz chorar!

Mas aprendi a suportar
Esse tão grande dilema
Ciente de que todo mundo
Como eu tem seu problema

Mas é triste viver num mundo
Que tudo e todos te faz sofrer
Onde parece que até o universo
Está conspirando contra você

Onde a tristeza só te consome
Igual a estômago com muita fome
Onde você parece um indigente
Sem um parente, origem ou nome

Onde você se sente um detendo
Daquele com um peso preso no pé
Onde a decepção é tão grande
Que mata aos poucos a sua fé

"Agora me diz o que fazer!"
Se a minha vida é assim
Sei que outras pessoas também
Vivem um dilema igual a mim

Por isso dou graças aos céus
Por sua grande... companhia
De noite todo estrelado
E belas nuvem de dia

De noite a lua para admirar
E de dia um lindo sol a brilhar
Mais o vento que desce das nuvens
Para fazer frio e também refrescar

Além de ficar muito contente
E admirada ao ver o luar
Gosto de ver às árvores floridas
E ver também pássaros à voar

Alegria mais que natural
E o que tem a natureza
E infinita felicidade
Tem o céu com toda certeza

E vendo essas maravilhas
Esqueço um pouco o sofrer
E vejo que o mais importante
Alegre ou triste é... "viver"

E depois de estar vivo
O importante é ter saúde
Então... pensando bem
Não quero que nada mude

Pois pensando melhor
Nem tudo é sofrer
A vida boa pode ficar
Mas depende de você

Esquecer problema
E esquecer solidão
E o primeiro passo
Pra não sentir decepção.

domingo, 28 de maio de 2017

VEM DANÇAR

Vem dançar...
Vem dançar...
Vamos todos rebolar

Vem dançar...
Vem dançar...
Mexe pra lá... e pra cá...

Vem dançar...
Vem dançar...
Vamos botar pra quebrar

Vamos todos rebolar
Mexe pra lá... e pra cá...
Vamos botar pra quebrar

Vem dançar...
Vem dançar...
Nosso corpo exercitar

Vem dançar...
Vem dançar...
Deixa a música te levar

Vem dançar...
Vem dançar...
Remexendo sem parar

Nosso corpo exercitar
Deixa a música te levar
Remexendo sem parar

Vem dançar...
Vem dançar...
A alegria está no ar.

domingo, 14 de maio de 2017

HOMENAGEM A MAMÃE

Um dia lindo especial
Para um ser fenomenal
Alguém que é sem igual
Uma mulher sensacional

Essa é a minha mãe
Sim, mãe! É você mesma
Te amo mais que chocolate
Ou mesmo bolo com cereja

Feliz dia das mães
Minha fonte de amor
"Para mim és mui mais bela"
Do que a mais linda flor

Um anjo deixado na terra
Para o bem espalhar
Pois seu amor e seu carinho
Só me faz apaixonar

Apaixonado por você
Sou eu desde que nasci
Desde que abri os olhos
E sua face mãe eu vi

Rainha do meu reino
Razão do meu viver
Beija-flor do meu jardim
Nasci para amar você

Mãe é tudo para o filho
Queira o filho que não queira
Mãe é médica, professora
É sargenta e enfermeira

Entre tantas outras coisas
Mãe também é meio vidente
Pois se o filho corre perigo
Não sei como a mãe sente

Para uma mãe filho é filho
E não importa a idade
Se adoecer ou se ausentar
Ela cuida ou tem saudade

Um ser mais que especial
Que nasceu para dá a luz
De um amor incondicional
Igualando ao de Jesus

Esse é o amor de mãe
O que o mundo não tem igual
Nenhum amor aqui encontrado
É como esse "o maioral"

Mãezinha mais que especial
O teu valor é elevado
A minha maior felicidade
É tê-lá sempre ao meu lado.