Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

terça-feira, 1 de agosto de 2017

QUANDO O AMOR ACONTECE

Então: Recentemente...
Alguém me perguntou:
Quando será que acontece
Na vida um grande amor?

Então aí eu parei
E fiquei a meditar
Daí espontaneamente
Eu, comecei a falar

Um grande amor
Começa na Rua
E também pode
Num bar começar

Até dois amigos
Podem se apaixonar
Só vão correr o risco
De nenhum se declarar

Eu conheci um jovem
Que pela amiga foi apaixonado
Só que não se declarou
E o seu amor ficou no passado

A sua amiga por sua vez
Dele também muito gostava
Mas por causa da timidez
Ela também não se declarava

Então o tempo passou
E um do outro desistiu
Ela com outro se casou
E então ele a vida seguiu

Eles perderam a chance
De "juntinhos" ser feliz
Eu me pergunto se Eles
Ou o destino não quis

Em qualquer lugar
O amor pode acontecer
Mas depende com casal
O amor perceber

O amor acontece na Praça
Acontece no cinema
Acontece até mesmo
Em meio de telefonema

Acontece através da rádio
E através da televisão
Quando tem que acontecer
Ele invade o coração

Tem gente que se casa
Sem ao menos se gostar
Mas só que se apaixonar
Logo após de se casar

O amor é um mistério...
Que não se sabe explicar
Pois sabemos onde começa
Mas não o que vem a causar

Um grande amor
Começa num olhar
Pelo toque da não
E até no jeito de falar

O amor costuma acontecer
Quando ele não é esperado
Pois quando ele acontecer
Deixa muita gente chocado

O amor é silencioso
Acontece de repente
Ele chega de fininho
E toma logo a mente

Entra no coração
Sega o olho carnal
Faz a maior bagunça
Mas tudo bem natural

Quando se percebe
O amor já aconteceu
Só sabe contar quem
Um grande amor viveu

Quando o amor acontece
Sempre juntos querem estar
Então logo traçam os planos
Ficam noivos e querem casar

Juntos para sempre
Juntos todo... dia
Juntos na tristeza
E não só na alegria.

O SOFRIMENTO DO PASSADO


Num humilde bangalô
Muitos anos eu morei
E você nem imagina
O tanto que lá eu penei

Lá eu muito sorrir
E lá também chorei
Lá eu fui abandonada
Por quem tanto amai

E não foi só uma
Nem só duas vezes
Pois eu da tal tristeza
Virei até freguês

Que é hilário eh
Mas fazer o quê
Se a felicidade
Sempre foge de você

Lá eu fui perseguida
Fui até chamada de miss
Falavam na minha cara
Que eu era de "em pé nariz"

Lá muito padeci
Pois ninguém me ajudava
Ninguém me socorria
Quando de algo eu precisava

Lá fui muito julgada
Apontada pela rua
Era observada
Como se estivesse nua

Era muitíssimo triste
Aquela tal situação
E pode acreditar
Doía o meu coração

Eu vivia angustiada
Com vontade de sumir
Mas nada podia fazer
Pois não tinha para onde ir

Praticamente num brejo
É onde eu morava
Pois a noite todinha
Uns cassotes ali cantava

Era infernal
Todo aquele barulhão
Sem falar das cobras
Que rondava a escuridão

Por mais que eu limpasse
Meu humilde bangalô
Ali sempre aparecia
Peçonhentos e roedor

Mas eu ficava firme
Convicta que um dia
Se eu não perdesse a fé
Vitoriosa eu séria

Então o tempo passou
E em fim aconteceu
Conseguir minha casa própria
Aí mudei para o que é meu

Então mudei do barraquinho
Para o meu apartamento
Onde agora estou morando
Neste exato momento

Hoje graças ao céus
Eu vivo com dignidade
Agora posso até dizer
Que sou feliz nesta Cidade

Tudo aquilo que eu vivi
Não desejo a ninguém
Na verdade desejo a todos
Que tenha sorte também

Se encorajar de fé
Esse é o segredo
Encarar as dificuldades
E viver a vida sem medo

O sofrimento do passado
Todo meu ser transformou
E as coisas boas da vida
Me fez dar ainda mais valor

Com o sofrimento superado
Aos céus agradeci
Pois se não fosse Deus
Sei que não estaria aqui.

segunda-feira, 31 de julho de 2017

QUANDO UM CASAMENTO ACABA

Quando um casamento
Chega ao fim e se acaba
A gravata desfaz o nó
E o véu... então se rasga

Quando um casamento acaba
A família também se desfaz
E a melhor coisa a se fazer
É cada um seguir a vida em paz

Quando o casamento vai acabar
É muito fácil de se perceber
Quando um casamento está no fim
Até mesmo um bobo consegue ver

Porque no fim de um casamento
O casal fica muito indiferente
E quando digo que o bobo ver
É porque sei que até ele sente

Se o casal não se suportam
E já não se tocam mais
Se não mais nem se olham
Não adianta... voltar atrás

Aos olhos do marido
A mulher perdeu a beleza
E aos olhos da mulher
O marido é uma tristeza

O homem fica sem paciência
Não valoriza nada que Ela faz
E a mulher bem descontente
Logo pensa: "Não o amo mais"

Os dois já nem se falam
E quando chegam a se falar
Não sai nenhuma conversa
Pois só sabem é brigar

Pense em algo desgastante
É um casamento no fim!
Até pra quem está de fora
Isso é algo demais ruim

É triste, muito... triste
Ver uma família se desfazendo
Ver um amor que era lindo
Aos pouquinhos ir morrendo

Se o amor se desfazer
É porque não era amor
E foi um grande equívoco
O motivo que os juntou

Quando um casamento acaba
Se ver que tudo foi ilusão
E só fica um grande vazio
Em dois "desiludido coração"

Mas, se acabou... acabou...
A vida tem que continuar...
Se o casal não mais se combina
Tem mesmo que se separar

Só que depois será tarde
Para uma reconciliação
Pois ela pode ir embora
De navio, carro ou avião

Embora para outro Estado
Ou mesmo para outro País
Ir para uma outra cidade
"Procurando ser feliz..."

A mulher que ele não valorizou
Outro pode em fim a valorizar
E o amor que ele não a deu
Ela pode neste outro encontrar

E quando ele cair em si
E querer voltar atrás
A única coisa que vai achar
É um adeus e nunca mais...

Ele vai querer reconciliar
E esquecer-se do passado
Mas nesta hora ela estará
Feliz, com o outro ao lado

A mulher é a mesma coisa
Se do marido não cuidar
Não adiante se arrepender
Só depois que Ele a largar

Pois pode se surpreender
Quando quiser voltar atrás
E ver que alguém o faz feliz
E que ele, não a quer mais

Quando ver que o perdeu
Seu coração muito vai doer
Pois geralmente se dá valor
Depois que acaba de perder

Quando um casamento acaba
É porque não tem mais amor
E o casamento foi um erro
Não se deram o devido valor

Um não faz falta para o outro
Então fica, um de cada lado
Direto ignorando um ao outro
"Assim é um casal separado"

Quando o amor não mais existe
E a convivência tá se desfazendo
Insistir neste amor que acabou
É querer continuar sofrendo

Quando o casamento acaba
Entenda, bom ou ruim acabou
É se ambos querem ser feliz
Vão procurar "um novo amor"

Não conheço outro remédio
Que de verdade cure essa dor
O que cura um vazio coração
É simplesmente outro amor

Para o casamento não se acabar
O casal tem que muito se dar valor
Tratar, sempre bem, um ao outro
Dar muito carinho, atenção e amor.

sábado, 29 de julho de 2017

TEM GENTE QUE...

Tem gente que é chata
E tem gente que é legal
Tem gente que é animada
E tem gente que é animal

Tem gente que diminui
E tem quem só aumenta
Tem gente que vai e faz
E tem os que só tenta

Tem gente que mente
E tem quem fala a verdade
Tem gente que inventa
E quem só fala a realidade

Tem gente que vai...
E tem gente que quer ir
Tem gente que senti
E tem quem finge sentir

Tem gente que é..
E tem quem quer ser
Tem gente diferente
E igualzinho a você

Tem gente que vem
E tem quem quer vim
Tem muita gente boa
E também tem ruim

Tem gente de coragem
E também tem gente sem
Tem quem não vale nada
E tem quem vale por cem

Tem gente que vale tudo
E tem quem vale só mil
Tem gente que vale dez
E quem não vale um til

Tem gente que muito valia
E que já não vale mais
Tem gente que nunca valeu
E nem vai valer jamais

Tem gente que não
E tem gente que aguenta
Tem gente que corre
E tem gente que enfrenta

Tem quem gosta do amarelo
E quem gasta do vermelho
Tem quem gosta do laranja
E do branco cor de coelho

Tem gente que é gente boa
E tem gente que é uma mala
Tem quem chupa pirulito
E tem quem só chupa bala

Tem gente que não lhe olha
E tem gente que lhe encara
Tem gente que lhe abandona
E tem gente que lhe ampara

Tem mesmo gente para tudo
Tem gente para todo gosto
Tem quem lhe só traz alegria
E quem só lhe causa desgosto

Tem alguém para mim
E tem alguém para você
Tem quem vem decepcionar
E quem vem surpreender

Olhe bem seu arredor
Veja: "Sempre tem alguém"
Tem muitíssimas gente boa
E algumas ruins também

Tem gente que só te julga
E quem não quer te julgar
Tem gente que te atrapalha
E tem quem só quer ajudar

Tem gente que estado com você
Dá para sentir "Que só tem maldade"
E tem gente que simplesmente
Vai lhe transmitindo a maior felicidade

Tem gente que só ama
E tem quem só odeia
Tem gente que a ruindade
Corre direto dentro da veia

E que tem gente boazinha
Que nasceu só para amar
E simplesmente tem outras
Que nasceu para odiar

Na verdade simplesmente
Existe todo tipo de gente
Só não dá para confiar
Pois elas mudam de repente

Hoje elas sentem muito
E amanhã já não sentem
Pois hoje são seus parceiros
E amanhã seus concorrentes

Particularmente falo
Não gosto de malandragem
E meio termo para mim
Não passa de falsidade

Tem gente que é assim
E tem gente que é assado
Tem gente que fala muito
E tem gente que fica calado.

Calei...

quinta-feira, 27 de julho de 2017

O FRACO DE QUEM BEBE

Um homem bebe e chora
Sentado numa mesa
Na mesa de um bar
Tomando uma cerveja

Depois de tomar uma...
Tomar duas e tomar três...
O homem conta seu segredo
Fala tudo o que já fez

O fraco de quem bebe
É que fala de mais...
Muitas vezes até mente
E fala até o que não faz...

E quando é cachaça
O que ele está tomando
Vexame atrás de vexame
Acredite ele vai dando

Sentado numa mesa
Bebendo sem parar
Só se sabe que está ruim
Na hora dele levantar

É muito engraçado
Um bêbado cantando
E também é revoltante
Quando ele está xingando

Quer beber então beba
Ninguém nada com isso tem
Só que saiba o beber
E não mexa com ninguém

Beba um vinho quente
Ou um copo de quentão
Uma dose de conhaque
Ou uma pinga com limão

Baba uma caipirinha
Ou até mesmo um licor
Só não esqueça que bebe
É a saúde não dar valor

Beber de vez em quando
Moderado, ainda vai
Mas beber exagerado
Bem algum isso lhe faz

À ti eu dou um conselho
Saiba o que beber
Ou quando ficar velho
Muito vai se arrepender

Saúde não se compra
E o tempo não volta atrás
Beba com moderação
E se beber - Dirigir jamais

Para quem realmente curte
Beber é muito... bom
Ainda mais domingo a tarde
Comendo carne e curtindo um som

Dia de bebedeira
É dia de folia...
Então nada de estresse
Tem que ser só alegria.