sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

BLÁ, BLÁ, BLÁ

Blablablá daqui...
Blablablá de lá...
Blábláblá cansei de ouvir
Estou cansado de falar

Imagino os seus ouvidos
Que aguenta o dia inteiro
Todo esse blábláblá
Quase entra em desespero

Blábláblá ouvindo
Blábláblá falando
Tanto blábláblá
Não tô mais aguentando

Com ou sem blábláblá
A vida vai levando
Para mim tanto faz
Se é bláblá ou blábando

Eu blábláblá ouvir
E também vou falar
Pois querendo ou não
A vida é um blábláblá

Saiba que com blábláblá
Das notícias fica inteirado
Quem fala ou ouve blábláblá
Com o mundo está conectado

Blábláblá é mexerico
Ou pode ser comunicação
Isso vai depender muito
Da forma da divulgação

Se fala coisas certas
Não dá notícia atoa
As palavras são descentes!
Blábláblá é coisa boa.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

À PROCURA NO HORIZONTE

Todo fim de tarde
Olho no horizonte
E fico imaginando
Onde se esconde?

Esconde-se de mim
E do meu amor
Não sei onde está você?
E nem aonde estou!

Sem você fico perdida
No horizonte a procurar
Onde estará você?
Por onde andarás?

Eu fico a refletir
No horizonte procurando
E as vezes até parece
Que eu estou te olhando

Mais é só uma ilusão
Você não está aqui
Está além do horizonte
Bem distante de mim...

Vou sair sem destino
No horizonte procurar
Tenho esperanças
Que vou te encontrar

À procura no horizonte
À procura de você
À procura do amor
Da razão do meu vive.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

EM TUDO POESIA


Poesia no ar...
Poesia no chão;
A poesia nasce no coração...

No azul dos céus,
Ou na beleza das flores;
A poesia desperta amores.

No verde dos campos,
Ou na imensidão do mar;
A poesia nos faz sonhar...

No brilho das estrelas,
Ou na luz do luar;
A poesia nos faz flutuar...

Com o brilho do sol,
Ou com o céu nublado;
A poesia nos deixa inspirado.

Inspirado com a noite,
Inspirado com o dia,
Pois em tudo na vida...

...Tem poesia!

Leidiana S Silva