terça-feira, 24 de abril de 2012

QUER FILHO! QUER MÃE!

Eu os vou contar
Os contar eu vou
Um drama que ouvir
Que alguém me contou

De uma podre mãe
Que sofreu grande terror
Desde que perdeu os filhos
Desde que o pai os tomou

Homem sem coração
Homem desalmado
Tirou o direito da mãe
Ter os filhos dos eu lado

Achou melhor toma-los
Por maldade, e ignorância
Do que deixar a mãe
Ser feliz com suas crianças.

Mesmo sabendo o que ela passou
Para os filhos vim a nascer
Ele preferiu toma-los dela
A impedindo de os ver crescer

Sem pensar nas consequências
Aquele homem sem coração
Arrancou filhos da mãe
Afundando-a na solidão

Não levou em conta
Que ela foi bem-aventurada
Que foi do ventre dela
Que as crianças foram geradas

Em seu ventre foram geradas
Em seu ventre se formou
Do seu ventre eles saíram
E dos seus braços ele os tirou

Não há tristeza maior
Do que a da separação
De uma mãe e seus filhos
Nada se iguala não

O coração chega a sangrar
Com as punhaladas da saudade
Separar mãe dos seus filhos
Vai muito além de só maldade

Não se briga por quem está acolhido
Briga-se por quem está abandonado
Há tantas crianças sem um lar
Esperando serem adotados

Há mãe jogando filhos fora
Mesmo ainda recém-nascidos
E elas crescem em orfanatos
E até mesmo em abrigos

Já as que têm as suas mães
Todos querem os tirar
Já não ajudam em nada
E ainda querem atrapalhar

Do seio das suas mães
Eles tiram sem pensar
Em tamanha maldade
Que estão a praticar

Nas futuras consequências
Que podem ocorrer
Nas suas juventudes
Quando o filho “crescer”

Amor de mãe não tem preço
E não tem substituição
Realmente amor de mãe
Não tem comparação...

Que Deus tenha piedade
E se apresse em os socorrer
E que essa terrível situação
Venha a se reverter

domingo, 22 de abril de 2012

COMUNIDADE PALMEIRINHA

Povo alegre e extrovertido
Que tudo acha legal
Interativo como um todo
Até pulam carnaval

No carnaval dois mil e onze
A comunidade se superou
Na avenida com alegria
A plateia conquistou

A comunidade Palmeirinha
Do Itapeva - Votorantim
É um povo alegre por natureza
Eu lis digo como toda certeza

Eles não ligam para o preconceito
E mesmo com todas as dificuldades
Acreditam num futuro melhor
Em que vão viver com dignidade

As crianças do Palmeirinha
Apesar de serem carentes
São crianças muitas espertas
Animadas e inteligentes

O dia das crianças
Assim como o natal
Para as crianças do Palmeirinha
São dias mais do que legal

Eles ganham muitos presentes
De muita gente, de todo lugar.
Sempre aparece um apadrinhado
Para aquelas crianças alegrar

Esse é o cotidiano
Dessa humilde comunidade
Palmeirinha - Votorantim
Uma pura realidade.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

O QUÊ É AMAR?



O que é amar!
Amar é querer bem
É querer estar junto...
Valorizar também

É sentir a presença
Sentir a pessoa amada
Onde quer que esteja
Sem se distrair com nada

Amar mais que viver
É ficar sintonizado
E onde quer que vá
Senti-lo ao seu lado

É suspirar quando ver passar,
É falar com os olhos, sem olhar
E ouvir com o coração...
Ouvi-lo a se declarar

Amar é compartilhar
Sentir-se como uma metade
Metade um do outro
Compartilhar felicidade

Amar é querer estar juntos
É querer ficar para sempre
Ficar para todo o sempre
Com quem gosta perto da gente

Amar é se importar
Amar é compreender...
O quanto que alguém;
É importante para você.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

FELICIDADE EU ENCONTREI

Encontrei a felicidade
Neste dia tudo mudou
O dia que o conheci
Meu espinho virou flor

Encontrei meu bem-amado
E meu coração disparou
Emocionada eu fiquei
Quando para mim se declarou

Enfim encontrei você
E foi uma grande emoção
Muito... mais que isso
Foi uma mega realização

Juru, que meu coração
Quase, quase que parou
De tanto amor que recebeu
Da emoção que acumulou

Por um instante
Eu fiquei a refletir
Porque demorou tanto
Será que nunca mereci

Pensei se era real
Ou se eu tinha sonhado
Será que a felicidade
Eu tinha mesmo encontrado

A minha felicidade
Sempre, sempre foi você
Pois eu sempre quis
Ter alguém como você

Toda vida te eu procurei
Até te formei na imaginação
E você até se transformou
A minha única obsessão

Mas o que importa mesmo
É que meu desejo se realizei
Encontrando-te ó felicidade
Meu grande amor te encontrei

Vou mostrar a todo mundo
Que felicidade encontrei
Mostra que o amor existe
Que ser amado é de lei

Falar para quem a procura
Que não desista não
Não deixe a felicidade
Fugir das suas mãos’

Abrace sua felicidade
E deseje felicidade também
Deseje amor para quem ama
E para quem não ama também

Seja o doce do mel
O açúcar da cana também
E fique certo de que;
Você é uma pessoa do bem.