Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

sábado, 29 de setembro de 2012

NEVOU NA PRIMAVERA




Em plena primavera
No sul do Brasil nevou
Cobrindo o chão de neve
Também cobrindo "flor"

Esperei na primavera
Minha roseira se abrir
E não imaginava
Que neve iria cair

Minha rosa vermelha
Coberta de neve ficou
O chão se encheu de neve
E tudo congelou

Com aquela linda cena
Fiquei foi encantada
A mistura de flor e neve
Deixou-me apaixonada

Além de cair neve
Também fez aquele frio
Que parecia o Alasca
E não o Sul do Brasil

A neve tudo cobriu
E tudo congelou
Mais a beleza da rosa
Em meio ao gelo continuou...

Fiquei triste por um instante
Mais voltei a me alegrar
Porque sei que a primavera
Ano que vem, vai voltar

Uma rosa é linda
Mas a neve é também
E uma rosa nevada
De linda vai além

A natureza é bela
E também surpreendente
Pois nevar na primavera
Surpreendeu foi muita gente

Então viva a primavera
Viva a neve e o frio
Viva a minha roseira
E viva o Sul do Brasil.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

MEU AMIGO ET

Vi um extraterrestre
Vagando pelo céu
Em seu disco voador
E de cor verde como fel

Deu-me um pouco de medo
Mais depois passou
Pois fiz amizade com ele
E para o espaço ele me levou

Eu vi as constelações
Buraco negro eu avistei
Fui até marte
E na lua eu andei

ET é o seu nome
Meu amigo ele é
Todas as noites eu o vejo passando
Da janela do meu chalé.

Leidiana S Silva

GUIADO POR ESTRELAS


Guiado por estrelas
Eu sair a galopar
Dei a volta em meu sitio
E no vizinho fui parar

Quando de repente
Vi uma estrela cadente
E fiquei muito contente
Por a estrela avistar

Foi uma coisa impressionante
Aquela estrela tão brilhante
Parece que parou
E simbolicamente 
Me cumprimentou

Apesar de assustado
Eu fiquei alegre
E também animado
Pois me sentir especial

Fui escolhido pela estrela
Que me deu atenção
Pareceu cair no mar
E depois para o céu voltou

Brilhando intensamente
Lá no céu resplandecente
Guiando-nos aqui no chão
E me alegrando o coração

Se eu não tivesse
Saído a galopar
Não iria pelas estrelas ser guiado
Nem essa maravilha contemplar.

Leidiana S Silva

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

FESTA DAS BORBOLETAS




Está havendo uma festa
No jardim da mansão
Uma festa linda e encantadora
Cheia de emoção
É a festa das borboletas
Comemorando a estação

No jardim da mansão
Está tudo enfeitado
Um enfeite natural
Pois as flores se abriram
Por todos os lados

O colorido das flores
Alegra o ambiente
Juntamente com as borboletas
Alegres e envolventes
Elas danças felizes
Voando por cima das flores

Simbolizando a primavera
Despertando os amores
Elas giram, sobem e dessem,
Elas vão pra lá e pra cá
Elas voam, voam, voam
E não cansam de voa

Pousam sobre as flores
Para se alimentar
É uma coisa linda de se ver
É mágico avistar
A festa das borboletas
Voando sem parar

Elas celebram a vida
Veneram a beleza
Natural do universo
Junto com a natureza
Numa linda festa
No jardim.



Leidiana S Silva



REUNIÃO DE FAMÍLIA


Fim de tarde
Com a família
Tomando um cafezinho
Com os cookies da vovó
E também seus biscoitinhos

Os adultos proseando
E as crianças a correr
Pega-pega, amarelinha
Eles brincam pra valer

A família reunida
Após o café terminar
Todos juntamente
As louças sujas vão lavar

Depois da louça lavada
Vamos todos pra varanda
Enquanto a gente proseia
As crianças brincam de ciranda.

Todo o fim de semana
A família tá em reunião
Na casa da vovó
A nossa paixão.


Leidiana S Silva

MINHA PRIMEIRA BONECA


Quando eu era criança
Gostava de brincar de boneca
Eu era muito pobre
E não podia uma compra

A minha mãe
Gostava de costurar
E resolveu para me
Uma boneca fabricar

Ela fez pra mim
Uma boneca de pano
Eu fiquei muito feliz
Aquele pra mim foi o melhor ano

Essa foi à primeira
Boneca da minha vida
Eu nunca tinha visto
Uma boneca parecida

A minha boneca
Apelidei de Joaquina
Le vesti uma roupinha
E fui brincar com as meninas

Depois dessa boneca
Muitas outras ela fabricou
E depois que eu cresci
Como fazer ela me ensinou

Leidiana S Silva

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

REENCONTRO CASUAL


Oi tudo bem?
“Legal...!”
Eu também!!!

O que fez de bom?
Nossa que máximo!
Ah! Eu!!! Nada importante!

Legal... E aí
Quais os seus planos para amanhã
Oba!!! Muito bom!

Eu! Ainda não sei o que vou fazer
Mais qualquer coisa
Eu te ligo.

Desculpe-me!!!
A conversa está “muito boa”
Mais tenho que ir

Beijo...
Tchau...

Leidiana S Silva

DOCE MÃE




Mãe nome doce
Nome adocicado
Que nem caramelo
Doce caramelado

Mãe é gentileza
É espetacular
É o que um filho precisa
Para a vida levar

Mãe serve de consolo
Na hora do filho dormir
É a benção esperada
Na hora do filho partir

Mãe é um nome forte
Mãe mulher de fibra
Por Deus é abençoada
Por Deus mãe foi ungida. 

Leidiana S Silva

MINHA FAMÍLIA


São seis pessoas
De vários tamanhos
A pior hora da casa
É a de tomar banho

Banho é legal
E todo mundo quer tomar
Ao mesmo tempo
E o banheiro congestionar

De manhã quando acordamos
É um meio enrolado
Na hora de escovar os dentes
A discussão rola quente

Todos querem ter preferência
De manhã no banheiro
Para entrar primeiro
É o maior desespero

Mais a mamãe logo se estressa
E ordem vai colocar
Cada um tem sua vez
Para o banheiro usar

Na hora do café
Olha só eu nem te conto
Cada um tem seu assento
As vezes é um tormento

Na hora do almoço
Só santo para aguentar
Eles contam o que comem
Para ninguém com mais ficar

Mesmo com todos esses rolos
A minha família é unida
Todos nos queremos bem
Essa é a nossa vida.



Leidiana S Silva

LAGOA GRANDE



A lagoa grande
Fica no sitio do João
É uma lagoa cheia de peixes
E de águas claras
Quem viu sempre fala

Nessa lagoa há peixe
De espécies desconhecidas
A água dela é doce
Além de cristalina

Apesar do seu nome
Grande ela não é
Tem apenas vinte metros
Mais tem peixes de montão

Sua cor azulada
Esconde muitos mistérios
Pois dizem que a noite lá
Nada até sereia
Se bem que ao lado dela
Tem pedras e areias

A lagoa grande
Encanta quem a ver
Sua beleza exuberante
Quem já viu quer rever.


Leidiana S Silva

terça-feira, 25 de setembro de 2012

MISTÉRIOS DA MADRUGADA


Rua deserta
De madrugada
O vento assoprando
Pela estrada

Os bares estão fechando
E os bêbados pra casa estão indo
A cidade parou
Estão todos dormindo

Eu abri a janela
Na rua só escuridão
O canto das corujas faz medo
Aos que acordados estão

São os mistérios da madrugada
Que vem a se repetir
Por todas as noites
E ninguém consegue descobrir

De onde vêm os cantos
Nem os assobios
Muito menos os ventos
Assustadores e barulhentos

Fechei a janela
E foi me dormir
Porque o dia
Já estava por vim.

Leidiana S Silva

MALUQUINHO PELO SABER


Desenho Deveres pintado por Leidiana
Levantei cedinho
Mais não foi para passear
Foi para ir à escola
Foi para estudar

Eu sou maluquinho
Pelo saber
Eu vou à escola
Para aprender

Ler e escrever
A minha meta é
Eu vou aprender
Eu tenho fé

Vou estudar
Vou me formar
Bom cidadão
Vou me tornar.

Leidiana S Silva

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

PALHAÇO


Desenho Palhaço com um grande sorriso pintado por Leyd

Palhaço, palhaçada
Para nos fazer rir
Com alegria vou ao circo
Para me divertir

Com o palhaço batatinha
E o palhaço macarrão
O palhaço Bing-bing
Faz-me rir de montão

Com tanta palhaçada
Não tem lugar para a tristeza
Para mim o circo é mágico
Pois faz a todos se alegrar
Que vai ao circo já sabendo
Que a palhaçada vai rolar

O palhaço é uma figura
Que encanta a criançada
Com todas as suas brincadeiras
E as suas palhaçadas
Que sentem até dor de barriga
De tanto dar gargalhadas

O palhaço com certeza
É a esperança;
De que dentro de cada adulto
Ainda existe uma criança.


Leidiana S Silva

sábado, 22 de setembro de 2012

FLORES DE PRIMAVERA


Flores brancas
Flores amarelas
Flores lindas
Cor da aquarela

Flores Pink
Flores azuis
As vermelhas então
É uma emoção

As flores são lindas
Em qualquer estação
Só que na primavera
Sua beleza é uma explosão

Flores lindas
Lindas flores
Flores lindas
Pra valer

Eu espero a primavera
Com desejo de ver
Desabrochar sua beleza
Que é o símbolo da natureza


Leidiana S Silva

SURPRESAS DA PRIMAVERA



Pássaros voando
Em meu jardim
É uma alegria
Que não tem mais fim

Campos floridos
Flores se abrindo
É a primavera
Que já vem vindo

Chegou a Primavera
Estação do amor
Tempo de alegria
Que deveria se repetir
Todos os dias

Estação dos apaixonados
Estação do amor
Estação que a alegria
Toma a forma de flor

É realmente uma estação
Para se ficar apaixonado
Vendo o colorido das flores
Por todos os lados

O colorido das flores
Nos deixa encantados
Até o canto dos pássaros
Fica mais animado

A primavera
É a melhor estação
Com suas flores coloridas
Alegrando-nos de montão
A primavera é a época
Da renovação


Leidiana S Silva

SUPER MULHER



Alegre e extrovertida
É uma pessoa muito divertida
Dos seus amigos é a alegria
Os divertindo todos os dias

Diversão seu nome é
E é uma pessoa
De muita fé

Determinação
É o seu forte
Ela é mesmo de muita sorte

Admirada por seus amigos
E invejada pelos inimigos
Ela é um poço de equilíbrio

Também é o centro da atenção
Ela é boa de coração

Quem a conhece a admira
E quer seguir a sua trilha
Pois ela é muito alto astral
E além de tudo é mui legal

São mutuas suas qualidades
É incrível sua capacidade
De simplesmente interagir
E a todos divertir

Uma mulher interessante
Inteligente
E fascinante
Uma super mulher.

Leidiana S Silva

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

MISTÉRIO DO AMOR


Em uma linda tarde
Estava eu sentada
No banco da pracinha
Pra ver se você passava

Foi quando de repente
Ali você passou
Acenou pra me
E até me saudou

O meu corpo
Naquele momento estremeceu
Deu-me uma suadeira
Parecia que eu não era eu

Você sempre gentil
Da gosto de se ver
Acho até que foi por isso
Que me apaixonei por você

Esse é um mistério
Que quero desvendar
Quando foi que eu
Comecei a te amar.

Leidiana S Silva